Congresso 2016

Trabalho, Stress e Saúde: viver bem é trilegal – da teoria à ação


PROGRAMA

21 de junho (terça-feira)

7h30
Credenciamento
8h45
Abertura
8h55
Boas-vindas
International Stress Management Association no Brasil (ISMA-BR)
Ana Maria Rossi, PhD (RS) – presidente
9h
Palestra: Criar uma cultura de saúde e bem-estar no local de trabalho
  • Evolução em saúde e produtividade – os benefícios para o negócio do investimento em saúde
  • Elementos essenciais de um programa de bem-estar no trabalho bem elaborado
  • Coleta de métricas para validar o retorno sobre o investimento/valor do investimento
Pamela Hymel, MD, MPH, FACOEM (EUA)* – diretora médica da Walt Disney Parks and Resorts (WDPR) onde é responsável pela integração de uma estratégia de saúde e bem-estar. Ela é encarregada do funcionamento das unidades de atendimento de saúde ocupacional, centros de primeiros-socorros para os clientes na WDPR, gestão da inclusão de portadores de necessidades especiais, triagem para drogas ilícitas, questões de saúde ocupacional globais e estratégia e programas de bem-estar para a WDPR. Seu foco é a melhoria da saúde geral do Elenco, da Equipe e dos Imagineers da WDPR.
Trabalhou como diretora médica da Cisco Systems, onde planejou a estratégia e o projeto do programa HealthConnections, o centro integrado de serviços de saúde, fitness e creche, o LifeConnections, e na Hughes Electronics, como VP de RH. Atualmente preside o Instituto de Saúde, Produtividade & Capital Humano para o National Business Group on Health (NBGH). Foi agraciada com inúmeras premiações, entre elas, o Prêmio de Liderança Global em Saúde Corporativa do American College of Occupational and Environmental Medicine (ACOEM) e NBGH, em 2011, e o Prêmio de Excelência e Inovação em Compras de Valor do NBGH, em 2009. Contribuiu para que a Cisco e a Hughes Electronics recebessem o Prêmio de Menção Honrosa C. Everett Kopp.
Mediador: Eugênio Esber (RS) – diretor de Redação da Revista Amanhã. Autor da peça de treinamento de porta-vozes “O drama e a comédia de ser notícia”.
10h
Debate
10h20
Intervalo
10h40
Mesa-redonda: Driblando o stress
A comunicação do SorRiso
Caroline Mello (RS) – gestora do Centro SerArte e consultora em aprendizagem para o desenvolvimento pessoal, profissional e corporativo com ênfase em qualidade de vida, bom humor e bem-estar. Promove no sul do Brasil o Dia Mundial do Riso, desde 2011.
Mediação: a construção do entendimento
Suzete M. Carbonell Leal (RS) – mestre em gerontologia clínica biomédica. Tem capacitação em mediação pela OAB-RS, comunicação não violenta, com Domenic Barter (OAB-RS), mediação comunitária e mediação empresarial pela Escola Nacional de Mediação e Conciliação (ENAM).
Leitura Corporal – todo mundo é um livro aberto
Wandy Casalecchi (SP) – especialista em leitura corporal, presidente fundador da Sociedade Brasileira de Leitura Corporal, master trainer em programação neurolinguística (PNL). Tem 19 anos de experiência na área da saúde e desenvolvimento humano. É autor de 14 livros.
Mediadora: Marisa Campio Muller (RS) – presidente da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática Regional RS e sócia fundadora do Instituto Brasileiro de Psicologia da Saúde.
11h45
Debate
12h05
Intervalo para almoço
13h45
Talk show: Stress, saúde e drogas
Ana Maria Rossi, PhD (RS) – presidente da ISMA-BR e copresidente da Divisão de Saúde Ocupacional da Associação Mundial de Psiquiatria (WPA). Dirige a Clínica de Stress e Biofeedback, em Porto Alegre. É precursora das técnicas de autocontrole e biofeedback no Brasil.
Ângela Maria Finck (RS) – assistente social, especialista técnica sênior do SESI do Rio Grande do Sul, responsável pela supervisão e implantação do Projeto de Prevenção ao Uso de Drogas em empresas do RS, em outros estados brasileiros e no Mercosul. É especialista em prevenção ao uso de drogas no modelo SESI-RS/ONU, especialista em gestão da responsabilidade social (UNISINOS), terapeuta de casais e família no Centro de Atendimento Integrado à Família.
Luiz Matias Flach (RS) – advogado, magistrado aposentado, durante quatro anos foi presidente do Conselho Federal de Entorpecentes (Confen) em conjunto com o cargo de secretário nacional de entorpecentes, depois transformado em diretor do Departamento Nacional de Entorpecentes (1994 a 1998). Chefiou várias delegações brasileiras nos eventos especializados na área de drogas da Organização das Nações Unidas (ONU) e Organização dos Estados Americanos (OEA). Foi presidente do Conselho Estadual de Entorpecentes do Rio Grande do Sul em dois mandatos. É presidente do Instituto Crack Nem Pensar e autor do livro Drogas. Sejamos Razoáveis – Uma Conversa Franca com um Especialista Liberal.
Rodrigo Silva Vasconcellos (RS) – psicólogo clínico e palestrante com ênfase na prevenção e tratamento da dependência química. É conselheiro do Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas (CONED/RS), coordenador técnico da Comunidade Terapêutica Desafio Jovem de Três Coroas, membro do Corpo Técnico da Federação de Comunidades Terapêuticas do RS (FECTERS) e cofundador do Fórum Permanente de Comunidades Terapêuticas do RS.
Mediador: Cláudio Brito (RS) – comunicador multimídia do Grupo RBS.
15h
Debate
15h30
Intervalo
15h50
Talk show: Como estão funcionando os programas de qualidade de vida no trabalho?
Dr. Ernst Ludwig Schneider (SP) – médico do trabalho, com extensa experiência profissional em empresas nacionais e multinacionais. Graduado em medicina (Unicamp) e pós-graduado em medicina do trabalho (Faculdade São Camilo/Fundacentro), MBA em gestão de promoção de saúde e qualidade de vida nas organizações (Centro Universitário São Camilo, Abrange e ABQV). Exerceu atividades técnicas e de gestão em cenários empresariais distintos, como indústria de alimentos (Companhia União dos Refinadores - Açúcar e Café, Coopersucar), metalurgia (Villares, Elevadores Atlas, Umicore), serviços (Visanet/Cielo, Banco Comind, Protege Transporte de Valores), telefonia (Claro), farmacêutica (Boehringer Ingelheim), cosméticos (Natura, Avon) e outros. Atua como médico do trabalho na PepsiCo e coordena ações de saúde ocupacional na AAPSA (Associação Paulista de Recursos Humanos e de Gestores de Pessoas).
Pamela Hymel , MD, MPH, FACOEM (EUA)*
T. Warner Hudson , MD, FACEM, FAAFP (EUA)*
Ruy Shiozawa (SP) – engenheiro de produção e mestre pela Escola Politécnica da USP, com especializações nos EUA (Wharton), Japão (AOTS) e Espanha (IESE). É sócio e CEO do Great Place to Work® Brasil, diretor de relações empresariais da ABRH-BRASIL e empreendedor nas áreas de saúde e bem- estar. Foi diretor de empresas nacionais e multinacionais em diversos segmentos de mercado tais, como Dow Química, Diageo, Telefônica, Claro e GVT. Foi eleito Executivo de TI em 2002 e recebeu outros prêmios nacionais e internacionais. É autor do livro Qualidade no Atendimento e Tecnologia da Informação e coautor de Transformando a Cultura do Ambiente de Trabalho.
Mediador: José Antonio Vieira da Cunha (RS) – jornalista e executivo de comunicação. Dirige o portal de Comunicação Coletiva.net.
17h20
Debate
18h
Apresentação de pôsteres: presencial e digital
19h-22h
ATIVIDADES OPCIONAIS (excludentes, mesmo horário)
Workshop 1: Entendendo a mediação
  • O que é a mediação
  • Princípios básicos da mediação
  • Processo de comunicação na mediação
Suzete M. Carbonell Leal (RS) – mestre em gerontologia clínica biomédica (IGG/PUCRS). Tem capacitação em mediação pela OAB-RS, comunicação não violenta, com Domenic Barter (OAB-RS), mediação comunitária e mediação empresarial pela Escola Nacional de Mediação e Conciliação (ENAM).

Workshop 2: Descubra como utilizar a leitura corporal para melhorar suas relações

  • Como funciona a leitura corporal e por que confiar nela
  • Ferramentas utilizadas na leitura corporal
  • Como ler a si mesmo, o outro e conduzir melhor suas relações
Wandy Casalecchi (SP) – especialista em leitura corporal, presidente fundador da Sociedade Brasileira de Leitura Corporal, master trainer em programação neurolinguística (PNL). Tem 19 anos de experiência na área da saúde e desenvolvimento humano. É autor de 14 livros.

 

22 de junho (quarta-feira)

8h30
Atividade de energização – Cláudia Lucchese (RS)
8h45
Palestra: WorkStrong: um programa da Universidade da Califórnia para melhorar a saúde pessoal de funcionários que sofreram lesões reduz futuras lesões – por que, como, o que e resultados após dois anos
  • Por que criar um programa de wellness dirigido para funcionários que sofreram lesões?
  • Que programas específicos foram criados para melhorar a saúde pessoal de funcionários que sofreram lesões?
  • Após três anos, quais são os resultados concretos em reduções no número de pedidos de indenização dos funcionários e perdas financeiras entre os participantes do programa WorkStrong?
T. Warner Hudson, MD, FACEM, FAAFP (EUA)* – diretor do Sistema de Saúde Ocupacional e dos Funcionários da UCLA, a maior universidade da Califórnia, com quatro hospitais, 170 postos de saúde e cerca de cinquenta mil funcionários. Atua como líder na área corporativa, da saúde e universitária, implantando estratégias para a melhoria da saúde da população, desenvolvendo serviços e programas e implantando-os com êxito. Foi professor em tempo integral na Universidade da Califórnia, em Davis, onde ocupou os cargos de diretor médico corporativo, diretor de saúde, segurança e meio ambiente, além de outros cargos em multinacionais em que trabalhou. Foi presidente do American College of Occupational and Environmental Medicine (ACOEM), de 2011-2012. Publicou diversos artigos, capítulos e livros.
Mediadora: Dulce Helena Hatzenberger (RS) – professora titular e responsável pela área de psicologia social, do trabalho e saúde do Curso de Psicologia da Escola de Humanidades da PUCRS.
9h45
Debate
10h05 Intervalo
10h25
Simpósio: Trabalho e saúde
CIF- Classificação Internacional de Funcionalidade e Saúde Ocupacional
Drª. Heloisa Brunow Ventura Di Nubila (SP) – médica neuropediatra da Secretaria Municipal da Saúde, em São Paulo, mestre em neurologia (FMUSP) e doutora em saúde pública (FSP/USP). Trabalhou no Centro Colaborador da OMS para a Família de Classificações Internacionais em Português, na Faculdade de Saúde Pública da USP, de 2005 a 2015.
Dos acidentes do trabalho à luz do direito criminal
Ney Fayet Júnior (RS) – advogado, doutor e professor do programa de pós-graduação em ciências criminais da PUCRS, professor de direito penal (graduação e especialização) e tradutor de livros de criminologia e artigos de direito (processual) penal.
A saúde do trabalhador em um ambiente de assédio: a perversão normalizada e a necessária resistência
Valdete Severo (RS) – juíza do trabalho no TRT4, master em direito do trabalho, direito sindical e previdência social (Universidade Europeia de Roma, Itália). É mestre em direitos fundamentais (PUCRS) e doutora em direito do trabalho (USP/SP). Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Trabalho e Capital (USP) e Rede Nacional de Pesquisa e Estudos em Direito do Trabalho e Previdência Social (RENAPEDTS), diretora e professora da Fundação Escola da Magistratura do Trabalho do RS (FEMARGS).
Mediador: Denis Rodrigues Einloft (RS) – advogado, especialista em direito individual e coletivo do trabalho, mestre em direito. É presidente da Associação Gaúcha dos Advogados Trabalhistas (AGETRA).
12h Debate
12h20
Intervalo para almoço
14h
Painel acadêmico: apresentação oral de trabalhos
Mediador: Ávilo Roberto de Magalhães (MT) – diretor da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da UFMT.
14h45
Debate
15h05
Intervalo
15h25
Painel : Conexões femininas (mulheres em rede)
Isabella Maciel de Sá (SP) – advogada, membro da Society of Corporate Compliance and Ethics (SCCE) e do Instituto Brasileiro de Ética e Compliance (IBEC). É uma das fundadoras do Jurídico de Saias, grupo formado por mais de 1.000 mulheres que trabalham em departamentos legais corporativos. Vice-presidente do comitê organizador do 2015 Global Summit for Women.
Jô Lima (RS) – mestre em direito, coach formada pelo Integrated Coaching Institute, associada à Sociedade Brasileira de Resiliência.
Nurit Masijah Gil (RS) – publicitária, empresária, cronista e apaixonada por temas femininos. É autora do livro A Senhora Perfeitinha e outros textos, editora do projeto “Pode Gritar”, além de colunista do site Simplesmente40. Paulista e residente em Porto Alegre, desde 2003.
Mediadora: Daniela Garcia Giacobbo (RS) – bacharel em direito, especialização em direito público e ênfase em direito ambiental. Trabalha no TRF4 e é membro do Instituto Brasileiro de Estudos do Direito da Energia.
16h30
Debate
16h50
Painel: Programas de responsabilidade social e sustentabilidade
Mediador: Antônio Luiz Vieira Soares (RS) – advogado da União, lotado na Consultoria Geral da União/RS.
17h35
Debate
18h
Apresentação de pôsteres: presencial e digital
19h-22h
ATIVIDADES OPCIONAIS (excludentes, mesmo horário)
Workshop 3: Novas formas de redesenhar as intervenções de saúde nas empresas
  • Como observar e transformar o ambiente psicossocial na empresa através do uso de desenho estratégico em torno do eixo saúde/doença?
  • A doença nas empresas é um problema com vícios (wicked problem) que resiste a ser solucionado?
  • Alguns exemplos (bons e maus) e algumas tendências a partir da implantação do FAP (Fator Acidentário de Prevenção)
Dr. Ernst Ludwig Schneider (SP) – médico do trabalho, com extensa experiência profissional em empresas nacionais e multinacionais. Graduado em medicina (Unicamp) e pós-graduado em medicina do trabalho (Faculdade São Camilo/Fundacentro), MBA em gestão de promoção de saúde e qualidade de vida nas organizações (Centro Universitário São Camilo, Abrange e ABQV). Exerceu atividades técnicas e de gestão em cenários empresariais distintos, como indústria de alimentos (Companhia União dos Refinadores - Açúcar e Café, Coopersucar), metalurgia (Villares, Elevadores Atlas, Umicore), serviços (Visanet/Cielo, Banco Comind, Protege Transporte de Valores), telefonia (Claro), farmacêutica (Boehringer Ingelheim), cosméticos (Natura, Avon) e outros. Atua como médico do trabalho na PepsiCo e coordena ações de saúde ocupacional na AAPSA (Associação Paulista de Recursos Humanos e de Gestores de Pessoas).

Workshop 4: Multiplicadores do riso para qualidade de vida no trabalho

  • A importância do riso e seus benefícios
  • Como cultivar e multiplicar a comunicação do sorriso
  • Técnicas para a prática do riso
Caroline Mello (RS) – gestora do Centro SerArte e consultora em aprendizagem para o desenvolvimento pessoal, profissional e corporativo com ênfase em qualidade de vida, bom humor e bem-estar. Promove no sul do Brasil o Dia Mundial do Riso, desde 2011.

 

23 de junho (quinta-feira)

8h30
Atividade de energização – Cláudia Lucchese (RS)
8h45
Painel: Programas de qualidade de vida para servidores de segurança pública
Mediadora: Gelsa Regina Florin Frazzon (RS) – major QOES da Brigada Militar, chefe do setor de apoio técnico do Hospital da Brigada Militar de Santa Maria e chefe do setor biopsicossocial Núcleo Santa Maria.
9h30
Debate
9h50
Palestra: Vitimização e risco no trabalho policial
Olaya Hanashiro (SP) – PhD em ciência política (London School of Economics and Political Science) e mestre em ciência política (USP). É coordenadora de projetos do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e coeditora da Revista Brasileira de Segurança Pública.
Mediadora: Rozemery Paixão (RS) – psicóloga, coordenadora técnica da Divisão de Saúde da Policia Civil/RS, professora da ACADEPOL/RS.
10h35
Debate
10h55
Intervalo
11h15
Sessão interativa: Diferentes perspectivas do burnout
Preditores de burnout em executivos
Ana Claudia Braun (RS) – psicóloga, especialista em psicologia organizacional, mestre e doutoranda em psicologia social. É membro do Grupo de Pesquisa em Desenvolvimento de Carreira da PUCRS e docente da UNILASALLE.
Burnout do trabalhador de enfermagem
Liana Lautert (RS) – professora da Escola de Enfermagem da UFRGS nos cursos de mestrado e doutorado em enfermagem. É líder do Grupo Interdisciplinar de Saúde Ocupacional (GISO) e compõe o Comitê Assessor de Ciências da Saúde da FAPERGS.
Síndrome de burnout em professores
Liciane Diehl (RS) – psicóloga, especialista em gestão estratégica de pessoas, mestre em psicologia social, doutoranda em psicologia. É professora e coordenadora do curso de gestão de RH da UNIVATES.
Implicações da síndrome de burnout na segurança pública
Darlim Saratt Mezomo (RR) – psicóloga, coordenadora geral do Programa de Prevenção e Gerenciamento do Estresse para os Profissionais de Segurança Pública de Roraima e coordenadora do Centro de Qualidade de Vida do Sistema de Segurança Pública de RR.
Burnout em servidores públicos: o que dizem as pesquisas internacionais e nacionais?
Maria Cristina Ferreira (RJ) – titular do programa de pós-graduação em psicologia da Universidade Salgado de Oliveira, pesquisadora do CNPq e consultora ad hoc de instituições de fomento à pesquisa e de periódicos científicos. É representante regional para a América do Sul da International Association of Cross-Cultural Psychology.
Mediadora: Ana Maria Rossi, PhD (RS) – presidente da ISMA-BR e copresidente da Divisão de Saúde Ocupacional da Associação Mundial de Psiquiatria (WPA).
12h30
Intervalo para almoço
13h45
Painel empresarial: apresentação oral de trabalhos
Mediadora: Silvia Maria Melo Gonçalves (RJ) – professora dos programas de pós-graduação em psicologia e em educação agrícola da UFRRJ.
14h30
Debate
14h50
Painel: Programas de qualidade de vida para servidores públicos
Mediadora: Adriana Machado Pooli (RS) – especialista em direito político, analista da área judiciária no TRT4.
15h35
Debate
15h55
Intervalo
16h15
Apresentação de esquete teatral: O dia a dia das empresas na atualidade: tragédia ou comédia?
Grupo de Teatro da Fundação Real Grandeza (RJ)
Palestra: Equidade de gênero e raça x qualidade de vida no serviço público
Raquel Cavalcanti Castelpoggi (RJ) – pós-graduada em gestão de programas sociais (UFRJ) e em gestão de Sustentabilidade (UERJ). Coordenadora do Programa de responsabilidade socioambiental (Fundação Real Grandeza).
Mediador: José Vieira Leite (RJ) – doutor em engenharia de produção, pesquisador (ErgoPublic-UnB) e diretor nacional de assuntos previdenciários (SINAL).
17h05
Debate
17h25
Entrega de Prêmios
17h45
Encerramento

*Tradução simultânea
A ISMA-BR reserva-se o direito de realizar mudanças no programa por razões técnicas.

Foto ilustrativa

Quando e onde

Quando: 21 a 23 de junho

Horário: 8h30 – 19h

Onde: Centro de Eventos Plaza São Rafael
Porto Alegre, RS, Brasil

Carga horária: 24 horas


Mais informações

Copyright © ISMA-BR 2001
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial.
ISMA-BR - International Stress Management Association no Brasil
CNPJ: 03.915.909/0001-68
Rua Padre Chagas, 185 conj. 1104
Moinhos de Vento
90570-080 Porto Alegre, RS
+55 51 3222-2441
stress@ismabrasil.com.br